Conecte-se Conosco

Parcerias

Governos do Paraná e Paraguai buscam ampliar parcerias via Porto de Paranaguá

Atualmente as mercadorias paraguaias saem do País por meio de barcaças

Publicado

on

Fotos: Jonathan Campos/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Júnior se reuniu no dia 26 de outubro, no Palácio Iguaçu, com o embaixador do Paraguai no Brasil, Juan Ángel Delgadillo. O encontro serviu para estreitar relações e prospectar novos projetos que possam ajudar no desenvolvimento de ambos os lados.

Ratinho Júnior ressaltou que o Paraná busca ampliar a parceria com o Paraguai, especialmente no aspecto logístico, comercial e energético, tanto via Porto de Paranaguá quanto via Itaipu Binacional. Atualmente, as mercadorias paraguaias saem do País por meio de barcaças pelos rios Paraná e Paraguai até os portos da Argentina e Uruguai. Há, porém, um movimento bilateral para retomar a parceria, extremamente forte e competitiva, até o início dos anos 2000.

Ratinho Júnior ressaltou que o Paraná busca ampliar a parceria com o Paraguai, especialmente no aspecto logístico, comercial e energético (Fotos: Jonathan Campos/AEN).

“O Porto de Paranaguá pode voltar a ser o grande terminal de escoamento da safra paraguaia pelo Oceano Atlântico. Há em andamento o projeto de novas concessões rodoviárias no Estado e também da construção da Nova Ferroeste, ações que vão diminuir o custo para quem exporta”, afirmou ele, destacando que o Paraguai é atualmente o terceiro maior produtor de soja do mundo.

O governador lembrou que está em andamento a obra de derrocagem da Palangana, em Paranaguá. Intervenção que vai permitir, muito em breve, a homologação de mais um metro de calado operacional, ampliando a possibilidade de atracagem de navios maiores, com mais volume de carga.

Energia

O governador afirmou ainda que já há uma grande sociedade em andamento por meio da Itaipu Binacional. Daqui a dois anos, em 2023, quando o tratado completar 50 anos, está prevista a revisão do Anexo C, que estabelece as bases financeiras e de prestação de serviços de eletricidade da usina. A negociação entre brasileiros e paraguaios ocorrerá no mesmo ano em que a empresa quitará todas as dívidas contraídas para a construção da usina.

“Estamos à disposição e em busca de projetos que possam resultar no crescimento regional, que sejam tão bons para o Paraná quanto para o Paraguai”, destacou Ratinho Júnior.

O embaixador Delgadillo disse acreditar que a comunhão de esforços e o bom ambiente político ajudam na costura de novas ações em conjunto. “Os projetos de infraestrutura do Paraná são relacionados à diminuição de custos, o que interessa sobremaneira ao Paraguai”, afirmou. “Tenho certeza de que podemos ampliar a parceria em relação ao Porto de Paranaguá e também usar ainda mais a usina de Itaipu como indutor do desenvolvimento de toda a região”, ressaltou o embaixador.

Presenças

Participaram do encontro o vice-governador Darci Piana; o chefe da Casa Civil, Guto Silva; o diretor-presidente da Copel, Daniel Pimentel Slaviero; Bráulio Pupim, diplomata do Escritório de Representação do Itamaraty no Paraná (Erepar); o primeiro-secretário da Embaixada do Paraguai no Brasil, Fernando Lopez Closs; e o cônsul-geral do Paraguai em Curitiba, Carlos José Fleitas Rodríguez.

Fonte: AEN

Continue lendo

Parcerias

Sesc e Senac na sua empresa

Publicado

on

O Sistema Fecomércio Sesc Senac PR está há mais de sete décadas ao lado das empresas paranaenses, ofertando uma série de serviços e benefícios que auxiliam no dia a dia dos empresários paranaenses. Você, empresário, sabia que pode levar o Sesc e o Senac para dentro de sua empresa?

Atendimento Corporativo Senac

O Senac tem a qualificação na medida certa para as necessidades de cada empresa do setor do comércio de bens, serviços e turismo, por meio de seu Atendimento Corporativo. São ações de qualificação profissional sintonizadas com a estratégia de negócios de cada organização e focadas em resultados. São diferentes modalidades, metodologias e recursos educacionais, todas elas desenvolvidas por meio de cursos de curta duração, cursos de qualificação e atualização profissional em áreas como: gestão, saúde, zeladoria, comércio, beleza, moda e design, hospitalidade, informática, segurança, gastronomia, turismo, idiomas.

Foto: Bruno Tadashi

O primeiro passo é uma visita dos consultores do Senac à empresa, para a realizar um diagnóstico e identificar as necessidades para desenvolver programas educacionais personalizados. Assim, os conteúdos são produzidos de modo específico e os programas são estruturados para atender várias áreas do conhecimento.

Entre as vantagens de contratar os serviços educacionais corporativos do Senac estão o reconhecimento nacional da qualidade da certificação Senac, além da flexibilidade para definição de carga horária, conteúdos, datas, horários e locais. As atividades podem acontecer em qualquer ponto do território estadual, seja nas instalações do Senac, da empresa, em outro espaço selecionado ou à distância.

Mantenha sua empresa em destaque no mercado. Invista na qualificação dos seus colaboradores. Solicite uma visita do Senac Paranaguá. Mais informações: www.pr.senac.br/atendimento_corporativo | (41) 3427-5900 | [email protected]

Sesc nas Empresas

O programa Sesc nas Empresas realiza atendimento personalizado direcionado às empresas comerciais, divulgando atividades e serviços aos empresários e colaboradores no seu próprio local de trabalho, apresentando alternativas para atendimento mediante o levantamento de suas necessidades. O programa possibilita o desenvolvimento de ações nas áreas de educação, cultura, assistência, esporte, saúde e lazer, visando ao desenvolvimento humano e profissional do nosso cliente preferencial.

A saúde e o bem-estar dos colaboradores são essenciais para a manutenção de um ambiente sadio de trabalho. Por isso, as empresas do comércio de bens, serviços e turismo que colocam o Sesc como benefício para os seus funcionários garantem a qualidade de vida deles e de seus dependentes, promovendo mais motivação à equipe e aumentando a sua produtividade.
Com o Cartão Sesc, seus colaboradores terão acesso a atividades físicas, alimentação saudável, nutrição, dentista, Educação Infantil, cursos de pré-vestibular e idiomas, viagens, hotéis, cursos de artes, música e dança, ações culturais, entre outros serviços. O Sesc realiza sem custo, contato online, além de visitas presenciais nas empresas a fim de apresentar os benefícios do Cartão Sesc.

O Sesc PR também pode atuar como parceiro das empresas que desejam investir em projetos socioambientais como de forma a contribuir com o desenvolvimento humano e com o meio ambiente. Com expertise nas áreas de Saúde, Lazer, Ação Social e Educação, com foco em idiomas, informática e tecnologias, o Sesc disponibiliza cursos e atividades que podem ser oferecidos à comunidade nos projetos sociais da sua empresa.

Entre em contato com a unidade Sesc Paranaguá e agende uma visita. Mais informações: www.sescpr.com.br/servico/sesc-nas-empresas | (41) 3427-5200 | [email protected].

Continue lendo

Parcerias

Nós somos o Ascensus Group!

Com 20 anos de mercado, o Ascensus Group é especialista em aproximar pessoas e negócios, através de soluções customizadas

Publicado

on

Atualmente, com uma infraestrutura moderna e equipe especializada, o Ascensus Group tem o compromisso de tornar os clientes mais competitivos e otimizar resultados pelos processos de comércio exterior, distribuição e logística, finanças e tributos, e energia.

Estamos localizados estrategicamente nas principais capitais do Brasil, além de EUA e Europa.

Agora, estamos chegando em Paranaguá, com uma nova vertical de negócios.

A partir de 2022, o Ascensus Portos chega em Paranaguá para realizar a logística de importação e exportação de veículos, através do Porto da cidade, investindo em um novo terminal de veículos moderno e inteligente, aumentando ainda mais a eficiência do Porto de Paranaguá.

Vamos agregar valor e ampliar nossa capacidade de serviços, potencializando a estrutura sob todos os aspectos: armazenagem, movimentação e serviços acessórios.

Oinvestimento traduz nossa confiança e visão de negócios no enorme potencial do Porto e do município!

Com investimento inicial de R$ 50 milhões, o Grupo visa realizar a movimentação de cargas Ro-Ro (veículos, carga projeto, máquinas e equipamentos).

Entre em contato para conhecer mais sobre os nossos serviços:

[email protected]

O seu negócio é a nossa missão!

Continue lendo

Parcerias

Diretor empresarial destaca foco na relação positiva entre Portos do Paraná e comunidade

André Pioli frisou investimentos em infraestrutura e viés turístico portuário

Publicado

on

Além da questão econômica, movimentando cargas do agronegócio e da indústria do Paraná e do Brasil, a empresa pública Portos do Paraná, responsável pelos portos de Paranaguá e de Antonina, possui uma importância para a comunidade onde está inclusa. O diretor empresarial, André Pioli, em entrevista para a Port & Business, trouxe uma visão para além da logística, destacando o compromisso da atual gestão da Portos do Paraná em ter uma relação positiva com a cidade, com investimentos para redução do impacto viário da atividade no município, bem como salientou recursos que estão e serão aplicados para melhorar ainda mais a infraestrutura do Porto, bem como para alavancar um setor promissor no litoral e no contexto portuário: o turismo.

“Além da relação porto/pessoas, que dia-a-dia vem sendo incrementada com a capacitação de cursos em parceria com o Senac, com o projeto Porto em Ação e outros atendimentos sociais, muita coisa tem sido feita em prol da infraestrutura da cidade. Uma delas é a elaboração do projeto executivo de engenharia para restauração de capacidade da Avenida Ayrton Senna da Silva, entre o trecho compreendido entre o entroncamento com a BR-277 e o Porto de Paranaguá, totalizando 8,1 km de extensão, no valor de R$ 1.670.595, 78”, afirma André Pioli.

Segundo o diretor, outro avanço é a elaboração de projeto básico de engenharia para construção de seis novos trapiches nas comunidades de Piaçaguera, Eufrasina, Ilha do Teixeira, Amparo, Europinha e Vila Maciel, com um investimento de R$ 102.401,04. “Lembrando que os trapiches da Ilha do Mel, de Nova Brasília e Encantadas, já estão concluídos e em uso (R$ 9.570.142,42)”, complementa.

A recuperação da Avenida Bento Rocha é outra obra salientada por Pioli, com investimentos já feitos de R$ 15 milhões. “Além das obras já entregues, obras em andamento e em projetos, a Portos do Paraná deve investir mais de um bilhão de reais em obras de infraestrutura terrestre e marítima nos próximos anos”, completa.

Turismo

“A Portos do Paraná vem trabalhando forte para atrair navios de passageiros para atracarem no Porto de Paranaguá. Estudos indicam que um turista que chega na cidade deixa até R$ 600 na economia local. Esse turismo fortalece os comércios, os restaurantes, o artesanato. A intenção é que, quando os navios de turismo chegarem, os passageiros conheçam todos os encantos desse povo e dessa terra abençoada que temos aqui”, explica o gestor, demonstrando o potencial da atividade turística no Porto como indutora do setor em toda a região.

De acordo com Pioli, foi impressa pela empresa pública uma revista de bordo para navios de passageiros, que vai demonstrar aos turistas, de forma rápida e clara, pontos turísticos da região. “A publicação tem formato A3, é bilíngue, com tiragem de 10.000 exemplares e recheada de belas imagens. Dá opções de roteiros, indica a distância e modo de chegar às cidades, praias e ilhas de todo litoral. Quem quiser conhecer a revista pode acessar aqui ”, explica.

Pandemia e superação

A Portos do Paraná não parou durante o período de crise sanitária. Pelo contrário, com respeito aos protocolos devido à pandemia, prosseguiu avançando e respeitando todos os colaboradores, segundo o diretor. “Mesmo antes da Covid-19 ser declarada pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), já fazíamos um trabalho intenso para proteger os nossos trabalhadores, tanto no acesso à faixa portuária, como no acesso dos caminhoneiros ou na área de administração. Esses setores não pararam um dia sequer”, ressalta.
“Em um ano e meio, a Portos do Paraná investiu cerca de R$ 14 milhões na prevenção e combate à Covid-19. Desde o final de março de 2020 e até 22 de setembro de 2021, a empresa pública manteve uma estrutura sanitária reforçada, incluindo equipe médica e de enfermagem alinhada com os protocolos do governo federal, do Estado e dos municípios de Paranaguá e Antonina”, informa.

Outro ponto destacado por André Pioli é a vacinação contra a Covid-19 dos portuários. “Imunizados desde o dia 1º de setembro, nossos colaboradores, cerca de 525 pessoas, que estavam trabalhando de forma remota, em regime de revezamento e escala, já retornaram ao trabalho presencial. Todo esse trabalho tornou possível que os portos do Paraná não parassem durante a pandemia, continuando movimentando 24 horas a economia do Estado, do Brasil e até do mundo”, explica.

Investimentos em infraestrutura

Segundo Pioli, está sendo feito um volume contínuo de investimentos pela Portos do Paraná, algo que impacta positivamente em prol da produtividade do complexo portuário paranaense. Os investimentos visam transformar o Paraná em Hub Logístico da América do Sul, ampliar a nossa competitividade e trazer mais investimentos, oportunidades, para a região”, afirma.

Entre as obras de infraestrutura, uma das principais envolve os leilões das novas áreas operacionais, com arrendamentos previstos para acontecer em dezembro deste ano e em março de 2022. “Os investimentos privados, em cinco áreas, devem chegar a R$ 1,4 bilhão”, completa, destacando que está em fase de estudos o leilão do canal de acesso.

“Uma obra importante trata-se do novo Corredor de Exportação, com capacidade para embarcar 32 mil toneladas por hora com oito linhas integradas em quatro berços, formando um píer em T. Outro avanço é o Moegão Leste que “deverá ampliar a capacidade de recepção de granéis de exportação pela ferrovia em uma moega exclusiva para trens, que vai permitir receber 180 vagões simultâneos, em três linhas independentes e 11 terminais interligados”, completa, frisando também a derrocagem da Pedra da Palangana já em andamento. “Temos também o programa de dragagem continuada, que vai até 2023, somando em cinco anos investimentos de R$ 403,3 milhões”, finaliza Pioli.

Continue lendo